Projeto Mil Trechos

Projeto "Mil trechos"

Descrição:
Dividir uma leitura em várias partes pequenas, e dividir entre companheiros do Distrito 4630 e de outros distritos, para que estes companheiros gravem o trecho e que este seja postado na internet, de maneira que um seja continuação do outro, formando assim um livro totalmente lido pelos companheiros.

Objetivo Geral:
Incentivar a Leitura.

Objetivos Específicos:
* Criar interação entre os companheiros;
* Divulgar o Rotaract na Internet;
* Gravar um livro todo;


Etapas:
1) Definir um livro.

A Votação está sendo realizada no Blog Desenvolver http://desenvolver.blogspot.com/
caso você tenha uma sugestão de mais algum livro, fique a vontade de indicar por e-mail.

2) Dividir este livro em várias trechos pequenos para ser lido e gravado pelos companheiros.
3) Enviar estes trechos gravados para uma pessoa editar (Companheiro do @rtcumu Thiago Ximenes)
4) Divulgação dos vídeos na Internet.

Metas:
* Definir o livro até 9/10/2009;
* Gravar cada trecho por uma pessoa diferente;
* Envolvimento de toda família rotária;

Para mais informações entrem em contato.

O que acharam do projeto? Quais sugestões? Você vai participar?

Fala aí!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Adidas e Puma fazem as pazes depois de 60 anos de disputa


As gigantes de artigos esportivos alemãs Adidas e Puma devem encerrar, na próxima segunda-feira, uma disputa familiar de mais de 60 anos.

Elas foram fundadas separadamente pelos irmãos Adi e Rudolf Dassler, que haviam começado a trabalhar juntos nos anos 20, fabricando calçados esportivos na lavanderia de sua casa, mas que acabaram brigando durante a Segunda Guerra Mundial.

Em 1948, cada um fundou sua respectiva fábrica, uma de cada lado de um rio na cidade de Herzogenaurach, na Baviera, dividindo também os moradores locais, fiéis a um ou a outro empregador. Na segunda-feira, funcionários de ambas as empresas vão trocar apertos de mão e jogar uma partida de futebol.

Dia da paz
Em um comunicado divulgado conjuntamente, a Adidas e a Puma dizem que estão fazendo as pazes em apoio à organização Peace One Day ("Paz um dia", em tradução livre), que celebra o dia mundial sem violência em 21 de setembro.

Nenhuma das duas empresas é hoje administrada por familiares dos Dassler, mas recentemente o neto de Rudolf, Frank, chegou a trabalhar para ambas.

Desde 2007, a Puma tem como acionista majoritário o grupo francês de artigos de luxo PPR, que também é dono da Gucci.

Já a Adidas é admnistrada por vários proprietários - nenhum dos acionistas individuais tem mais de 5% das ações.

http://br.invertia.com/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200909181457_BBB_78399963

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

25 Dicas para uma vida melhor

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Diferenças entre Gripe Comum e Gripe Suína

Microsoft oferece office de graça na web


A Microsoft decidiu apostar em uma estratégia ousada para tentar ganhar um maior espaço no universo da web e competir com o gigante das buscas Google. Nessa última segunda-feira, 13 de julho, a companhia divulgou que lançará uma versão gratuita do seu pacote Office.

Chamado de "Office Web", o programa poderá ser baixado gratuitamente via internet e compreenderá os editores de textos Word, o de planilhas Excel, o de apresentações Power Point e o de anotações Notepad. A diferença da versão original, segundo a Microsoft, é que o pacote Office gratuito conta com um pouco menos de recursos.

Na semana passada o Google anunciou para o próximo ano o aguardado lançamento do Chrome OS, um sistema operacional que competirá diretamente com o Windows, da Microsoft. O fato de disponibilizar o seu pacote gratuitamente pela web pode ser vista como uma resposta da Microsoft para as investidas do Google, já que o modelo tradicional de captação de receitas da companhia reside na comercialização de seus pacotes e aplicativos, ao contrário do Google, cuja receita provém dos negócios obtidos com os links patrocinados e anúncios.

Com informações da Folha de S.Paulo.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Google lança sistema operacional

O Google anunciou na noite desta terça-feira, 7, que vai lançar o próprio sistema operacional para PC, em mais um passo na batalha contra a Microsoft. Trata-se um sistema operacional aberto destinado em um primeiro momento aos computadores do tipo netbook.

O Chrome OS será um concorrente direto do Windows, o sistema operacional da Microsoft, utilizado por 90% dos computadores do mundo. "A iniciativa é uma tentativa de repensar o que deveria ser um sistema operacional", afirma o Google em seu blog.

A gigante da busca na internet informou que abrirá o código fonte do Chrome OS, ao contrário do sistema Windows, e que os usuários de netbook poderão acessar ao sistema em meados de 2010.

O Google já havia dado um passo neste sentido há duas semanas, com o anúncio da adaptação para os computadores do programa Android, um sistema operacional concebido para otimizar a navegação na internet nos telefones celulares. Mas o Google preferiu criar um software operacional específico para computadores.

O Google Chrome OS estará abrigado no navegador Chrome, que foi lançado em setembro de 2008 para competir com o Internet Explorer.

Com informações da AFP.

quinta-feira, 9 de julho de 2009


A iniciativa faz parte das ações estratégicas iniciadas a partir do reposicionamento da Todeschini em 2004. Em 2008, uma pesquisa realizada com arquitetos e consumidores em diversas capitais brasileiras revelou a necessidade de uma nova logomarca, que pudesse representar melhor o papel da Todeschini no mercado atual.

Na nova logomarca, o preto deu lugar ao cinza chumbo, enquanto o vermelho foi mantido, mas em tom levemente mais escuro. O vínculo emocional é representado pelo coração, que foi mantido, mas apresenta novo desenho.

Particularmente eu gostei, achei jovem, "clean". Na minha opinião foi uma evolução. Parabéns aos desenvolvedores.

Fonte pesquisa: Mundo do Marketing

Nike comemora título da Copa do Brasil do Corinthians

sexta-feira, 3 de julho de 2009

15 Anos de Real



Parabéns a Você, ao Plano Real, pelos seus 15 anos! E a economia controlada no Brasil.
Eu vivi, mas não lembro da época da Inflação elevada, loucura com relação aos preços e blá blá blá!

Mesmo assim parece ontem que o real foi instituido no Brasil. O que é bom, se a gente não lembra tanto disso significa que o plano valeu, e com certeza valeu, nos aproximamos mais dos países de primeiro mundo, agora podemos fazer planejamento a médio e longo prazo! Juros de 1 dígito e mais algumas benécies!

Uma data bastante relevante e boa para se comemorar!

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Copa das Confederações traz Ibope às Emissoras


O futebol atraiu muita gente para a frente da telinha da TV no último domingo, 28 de junho. Com a exibição da partida final da Copa das Confederações, disputada entre a seleção brasileira e os Estados Unidos, Globo e Band conseguiram bons índices de audiência.

O jogo que rendeu a vitória do Brasil por 3X2 entrou no ar às 15h30 (horário de Brasília) e garantiu a rede Globo o primeiro lugar absoluto na audiência do horário, com média de 30 pontos no ibope. A TV Bandeirantes, que também exibiu a partida, marcou 8 pontos de média no ibope.

No período da manhã, entretanto, foi a Band que conseguiu o primeiro lugar também com a exibição da Copa das Confederações. A emissora foi a única a transmitir toda a partida entre Espanha e África do Sul pelo terceiro lugar no Campeonato da Fifa. A Band obteve uma média de 11 pontos na exibição do jogo, chegando a liderar o ranking de audiência no horário por 30 minutos. A Globo exibiu apenas a parte final da partida - que terminou com a vitória da seleção espanhola por 3X2, na prorrogação - alcançando 10 pontos de média no ibope.

Besouro - Novo FIlme Brasileiro

terça-feira, 30 de junho de 2009

Rapidshare multado em 34 milhões de dólares


A corte regional de Hamburgo multou o Rapidshare em US$ 34 milhões e proibiu o site de manter no ar qualquer uma das cinco mil músicas cujos direitos autorais são protegidos pela associação alemã Gema , que afirma representar mais de 60 mil compositores, autores e músicos em todo o mundo.

Segundo a Billboard.biz , o Rapidshare, um site de compartilhamento de arquivos, deverá também tomar medidas para impedir que esses arquivos voltem a circular por seus servidores. A corte decidiu que a técnica utilizada pelo site hoje é ineficiente.

Impedir que os usuários publiquem material protegido por direitos autorais no Rapidshare será um trabalho complexo, especialmente porque muitos dos arquivos são comprimidos em formato ".zip", nomeados das mais criativas maneiras e protegidos por senhas.

"O julgamento da corte regional de Hamburgo é uma marco para os esforços da GEMA em combater o uso ilegal de suas músicas na internet", disse o presidente da associação, Harald Heker, em um comunicado.

Bobby Chang, diretor do RapidShare tem uma opinião divergente. Ele não considera a decisão um "marco" e afirma que esse tipo de disputa costuma gerar divergências entre juízes, além de ter o escopo restringido nas cortes de apelação.

- Nós acreditamos que faria mais sentido trabalhar juntos para oferecer serviços a preços justos aos fãs de música e abrir uma nova fonte de renda para os compositores na internet - argumenta Chang.

Fonte: O Globo

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Justus, agora apresentador do SBT



O publicitário e apresentador Roberto Justus é o mais novo contratado do SBT. Depois de seis anos no comando do reality-show "O Aprendiz", exibido pela Rede Record, o presidente do Grupo Newcomm recebeu uma proposta do próprio Silvio Santos e assinou um contrato na última sexta-feira, 19 de junho.

O site do SBT publicou um comunicado oficial no qual comemora a chegada de Justus. Nele, a diretora geral, Daniela Beyruti expõe a satisfação da emissora com a contratação. "Estamos muito felizes. Era um sonho tê-lo no nosso time", diz a executiva. Além de Justus, o SBT também levou da Record a apresentadora Eliana.

A função do publicitário na nova casa ainda não está definida. De acordo com informações obtidas junto ao SBT, ele deve comandar um programa semanal, cujo formato ainda não foi decidido. Existe a possibilidade de Justus apresentar o "Show do Milhão", programa de perguntas e respostas que a emissora recolocará no ar a partir do início de julho.

Já na Record, a saída do apresentador acabou trazendo uma grande surpresa e um problema a ser resolvido: a definição do futuro do reality-show "O Aprendiz", que acabou se consolidando na grade da emissora e tinha sua sétima edição garantida no ano que vem. A Record ainda não decidiu se irá escalar um substituto para Justus ou se deixará de exibir o reality-show, de cujo formato é detentora por conta de uma parceria com a FremantleMedia.

Além de ter lugar fixo em "O Aprendiz", Justus também havia sido escolhido para comandar um outro formato na Record. Recentemente, a emissora adquiriu os direitos de produção e exibição do programa "Who Wants To Be a Millionare" (algo muito parecido com o Show do Milhão), que entraria no ar no segundo semestre, sob o comando de Justus. A emissora também não informa qual será o futuro dessa nova atração. Procurado pela reportagem de M&M Online, o publicitário não foi localizado.

Em seis anos de parceria com a Record, o presidente do Grupo Newcomm acabou criando um estilo próprio de apresentar, atraindo milhares de inscritos para "O Aprendiz". Nas seis edições, Justus realizou a contratação de cinco profissionais para suas agências (sendo que dois deles foram escolhidos como seus sócios) e de uma trainee - a estudante de publicidade Marina Erthal, vencedora da sexta edição, que terminou no último mês de maio.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Fim da Fórmula 1


Em reunião realizada na noite da última quinta-feira, 18, na fábrica da Renault, as oito equipes integrantes da Associação das Equipes da Fórmula 1 (Fota) anunciaram que não irão participar da temporada 2010 e que vão criar uma nova categoria. A decisão foi tomada após mais uma tentativa fracassada de acordo com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), entidade que comanda a categoria, que estabeleceu novas regras para a próxima temporada - entre elas um teto orçamentário de 40 milhões de libras às equipes - medida que mais irritou as escuderias.

A Fota vinha tentando um acordo, mas a situação tornou-se insustentável depois que a FIA divulgou uma carta fazendo algumas concessões, mas afirmando que o teto orçamentário seria mantido e estabeleceu prazo até esta sexta-feira, 19, para que as equipes retirassem o asterisco das inscrições para a próxima temporada.

Se a decisão da Fota for mantida, o próximo campeonato não terá as equipes mais tradicionais, como: Ferrari (única a disputar todas as temporadas ininterruptamente desde 1950), McLaren, BMW, Renault, Toyota, Red Bull, Toro Rosso e Brawn. Desse jeito, a F1 teria apenas a Williams e Force India, que se juntam a USF1, Campos e Manor, que estreiam no campeonato automobilístico no próximo ano.

Em comunicado, as oito equipes que estão de saída da categoria justificam a decisão afirmando que "desde setembro do ano passado com a criação da Fota, as equipes têm trabalhado juntas e procuraram envolver o detentor dos direitos comerciais da FIA para desenvolver e melhorar o esporte". Ao final concluem "Ficou claro, assim, que as equipes não podem continuar a assumir tal compromisso relativo aos valores fundamentais do esporte, e declinaram de alterar suas inscrições condicionais para o Campeonato Mundial de 2010.Estas equipes, portanto, não têm outra alternativa a não ser partir para a preparação de um novo campeonato, que reflete os valores de seus participantes e parceiros.Esta nova categoria terá um governo transparente, um conjunto de regulamentos e ouvirá os desejos dos fãs, incluindo a oferta de preços mais baixos para os espectadores em todo o mundo, bem como novos parceiros e acionistas.Os principais pilotos, estrelas, marcas, patrocinadores, promotores e as empresas tradicionalmente associadas ao nível mais elevado do automobilismo estarão nesta nova categoria".

sábado, 20 de junho de 2009

Fim da revista Semana


Editora Abril decretou o fim da Revista da Semana, título lançado em agosto de 2007 com a missão de trazer um apanhado semanal das principais notícias publicadas pela imprensa nacional e internacional. O título deixará de circular a partir do próximo dia 25 de junho.

Na nota, o presidente executivo da Editora Abril, Jairo Mendes Leal afirmou que a diretoria do grupo acreditava que o título pudesse se firmar mesmo diante da competitividade impulsionada pela grande circulação de informação nos meios digitiais, mas que a crise econômica e a retração do mercado acabaram inviabilizando o projeto.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Assinatura Estúdio VIP de Fotografia

Assinatura Estúdio VIP

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Apple baixa preço e lança novo iPhone


Em uma ousada tentativa de tentar estimular as vendas de um de seus principais produtos, a Apple anunciou uma redução do preço da entrada de seu iPhone para o patamar de US$ 99. O corte de preço foi anunciado durante o encontro anual de desenvolvedores da Apple, o Worldwide Developer's Conference, realizado nessa segunda-feira, 8 de junho, nos Estados Unidos.

Além da queda no preço do aparelho tradicional, a companhia também aproveitou a ocasião para anunciar o novo modelo do iPhone, o 3GS, que terá uma velocidade duas vezes maior de conexão do que o modelo atual. Entre as novidades do produto está a capacidade de produção de vídeos. O novo IPhone 3GS deve chegar às lojas do mercado norte-americano e de alguns países da Europa (como a Alemanha) a partir do dia 19 de junho. Seu preço médio deve variar em torno de US$ 199 e US$ 299.

A novidade pode representar um novo posicionamento de mercado para a Apple. Com uma velocidade duplicada, o iPhone 3GS tende a modificar a maneira pela qual as pessoas utilizam a internet via telefone celular, possibilitando a execução de novas ações de publicidade e de marketing no ambiente mobile.

Durante a conferência, a Apple também apresentou novos notebooks e um pacote de novos jogos e ferramentas para a utilização no iPhone. O presidente da companhia, Steve Jobs, entretanto, não compareceu à conferência, como havia sido anunciado. O líder da Apple permanece afastado desde o último mês de janeiro por conta de um tratamento de câncer no pâncreas.

Com informações da Reuters e do Ad. Age.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Interação da Empresa x Consumidor, segundo Kotler

Glen Valente, Diretor de Marketing do HSBC Brasil
Como a interação com o consumidor afetará a maneira que nós trabalhamos?

Philip Kotler: As empresas seriam espertas se conhecessem melhor seus clientes. Isto significa que as companhias poderiam testar novos produtos com estes clientes e ainda obter novas idéias deles. Algumas empresas ficam distantes a respeito de envolver o cliente no co-desenvolvimento de novas ofertas. Toda companhia deve ter um grupo de clientes para lhe ajudar a ler a mente em mudança do consumidor.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Logo São Paulo

Vi muita gente falando mal da logo que foi desenvolvida para a cidade de São Paulo, para ser utilizada nos materiais de divulgação de Cidade Sede da Copa do Mundo.

Eu achei legal o "Motoboy, com uma pizza na mão, atropelando um pedestre"

Confiram...



Em contra partida dá só uma olhada na logo de Curitiba, não por eu ser Paranaense, mas muuuuuuuito mais bacana que a paulista!



Independente da logo, feia ou bonita, já vamos juntando nossas moedinhas pra ir conferir, nem que seja um jogo entre Gana e Togo!

O que vocês acharam das logos?

Avanço patrocina Corinthians


A camisa do Corinthians ganhou um novo logotipo. A marca de desodorantes Avanço, da Hypermarcas, fechou um acordo de patrocínio com o clube paulista até a metade de 2010 e estampará a sua marca exatamente no local destinado ao desodorante: abaixo das axilas dos jogadores.

A estreia da Hypermarcas no uniforme alvinegro aconteceu no último sábado, 23, na partida entre Corinthians e Barueri, pelo Campeonato Brasileiro. No jogo, que o clube corinthiano acabou vencendo por 2 x 1, a marca já apareceu nas camisas dos jogadores, mas não havia ainda a confirmação de que o patrocínio seria estendido.

Nesta terça-feira, 26, a Hypermarcas confirmou o acerto com o clube, ressaltando também que utilizará a exibição do seu logo como apoio para a campanha de lançamento de sua nova linha de desodorantes, prevista para o segundo semestre de 2009.

Com a chegada da Avanço, a Hypermarcas passa a ser dona de dois espaços nos uniformes do Corinthians, já que outra de sua submarca - a Bozzano - também patrocina o clube, colocando sua marca nos ombros dos jogadores.

Além da Hypermarcas, também patrocinam o Corinthians o Grupo Silvio Santos (com as marcas Pan-Americano e Baú) e Batavo (patrocinadora máster, que estampa seu logo no centro da camisa corinthiana).

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Greenpeace

sábado, 23 de maio de 2009

Dinheiro no Futebol Brasileiro em 2008


O mercado brasileiro de futebol gerou receitas da ordem de R$ 1,7 bilhão no exercício de 2008. Os 21 principais clubes do País foram responsável por R$ 1,4 bilhão desse montante, o que representou um crescimento de 6,1% em relação ao estudo de 2007 e uma evolução 69% de cinco anos para cá, quando a Casual Auditores Independentes começou a publica a Lista Casual Auditores de Clubes, baseada nas informações financeiras extraídas das demonstrações contáveis dos clubes com maiores receitas.

A receita média dos times presentes na amostra atingiu a casa de R$ 67,5 milhões, enquanto que em 2004 esse valor foi de R$ 39,9 milhões. Os maiores responsáveis, em termos absolutos, pelos novos recursos gerados foram Palmeiras, Portuguesa, Flamengo, Fluminense, Coritiba e Cruzeiro. No entanto, São Paulo e Internacional, com receitas de R$ 160,6 milhões, e R$ 142,2 milhões, respectivamente, são os campeões de arrecadação.

Em 2008, os recursos oriundos da venda de atletas sofreram retração - em virtude da crise mundial desacelerou os investimentos dos clubes do exterior -, mas esse fator foi atenuado pela evolução de dois dígitos de fontes como bilheteria, clube social e esporte amador, patrocínio e publicidade, e cotas de TV. O estudo final será divulgado nos próximos meses.

Segundo projeção da Casual, o mercado brasileiro de clubes de futebol pode encerrar o ano de 2014, depois da Copa do Mundo do Brasil, com receitas de R$ 2,8 bilhões. Esse resultado poderia ser atingido com a geração de novos recursos como a exploração da marca dos clubes, maximização dos recursos com estádios e novos conteúdos de mídia, ações com o torcedor e novos patrocinadores.

Veja a lista com os clubes com as 10 maiores receitas em 2008:

Clube Receita (em R$ milhões)

São Paulo 160
Internacional 142
Palmeiras 138
Flamengo 117
Corinthians 117
Grêmio 99
Cruzeiro 94
Fluminense 66
Santos 65
Atlético Mineiro 57

Celulares no Brasil


O número de aparelhos celulares no Brasil já chega a 154,6 milhões, com cerca de 81% sendo modelos pré-pagos. Só no mês passado, foram feitas mais de 923 mil novas habilitações. A Vivo mantém a liderança, com participação de 29,55% do mercado, seguido da Claro (25,76%) e Tim (23,58%).

A região com a maior concentração de celulares é o Distrito Federal, com uma média de 1,42 telefone para cada habitante, seguido do Rio de Janeiro (média de 0,98) e Mato Grosso do Sul (0,96). Na comparação entre regiões, o Centro Oeste lidera, com 0,97, seguida do Sudeste, com 0,92.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Comercial muito Foda!

domingo, 10 de maio de 2009

PanAmericano estampará calções do Corinthians


O banco PanAmericano acaba de assinar patrocínio para estampar sua marca nos calções do Corinthians nas duas partidas da final do Campeonato Paulista de 2009, contra o Santos. O logo da companhia estará presente na parte frontal e traseira dos calções alvinegros nos jogos que acontecem nos dois próximos domingo, 26 de abril e 3 de maio, na Vila Belmiro e Pacaembu, respectivamente.

"É um teste que vamos fazer", afirma o diretor superintendente do PanAmericano, Rafael Palladino, que é palmeirense mas aposta na audiência das finais e no bom momento do jogador Ronaldo. O Fenômeno, inclusive, têm direito a 80% dos valores negociados com anunciantes dos calções e mangas do uniforme corintiano, com os 20% restantes sendo do clube de Parque São Jorge.

Segundo o marketing do PanAmericano, que não revelou os valores deste patrocínio de oportunidade, está em estudo a possibilidade de fechar um acordo anual para estampar os calções do Corinthians, avaliados em R$ 4,5 milhões.

"A visibilidade do Corinthians tem crescido muito e o futebol atinge justamente a faixa da população a qual oferecemos crédito, as classes B, C, D e E", afirma Rafael Palladino. A instituição já havia feito outros patrocínios esportivos, como o apoio ao piloto de Fórmula Truck, Roberval Andrade, mas é a primeira vez que investe no futebol.

O braço financeiro do Grupo Sílvio Santos está sem garota propaganda desde o ano passado. O contrato publicitário com a atriz e apresentadora Adriane Galisteu (que se mudou do SBT para a TV Bandeirantes) não foi renovado. Como a prioridade é de utilizar artistas do SBT, a escolha de maior longevidade do PanAmericano para campanhas publicitárias é mesmo a da apresentadora Hebe Camargo.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Brasil tem oito celulares para cada dez habitantes

O Brasil chegou a 153.673.139 assinantes no Serviço Móvel Pessoal (SMP), com 1.308.153 novas habilitações (crescimento de 0,86%) em março de 2009, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em comunicado. Do total de acessos do País, 81,61% são pré-pagos, e 18,39%, pós-pagos.

Em março a teledensidade - indicador utilizado para demonstrar o número de telefones em serviço em cada grupo de 100 habitantes - obteve um crescimento de ,78% em relação a fevereiro. Em comparação a março do ano passado o crescimento foi de 22,25%.

O Distrito Federal lidera em número de aparelhos em serviço, com 1,43 telefone para cada habitante. O Rio de Janeiro Rio de Janeiro é o segundo colocado no ranking e o Mato Grosso o terceiro. Os maiores crescimentos da teledensidade em março foram registrados no Maranhão, Amapá, Amazonas, Alagoas e Pará. No primeiro trimestre destacam-se Rondônia, Tocantins, Amapá, São Paulo e Amazonas.

No que se refere à participação das empresas no mercado, a Vivo lidera a lista com 29,70% , seguida por Claro (25,76%), TIM (23,50%) e Oi (16,80).

Oi dá início a substituição da marca Brasil Telecom


A partir do próximo dia 17 de maio, a operadora de telefonia Oi estenderá os seus serviços para as áreas anteriormente cobertas pela Brasil Telecom. Após ter acertado a compra da companhia, no ano passado, a Oi passará a atender as regiões Centro-Oeste, Sul e também os Estados do Tocantins, Acre e Rondônia.

O objetivo da companhia é substituir, de forma gradual, os serviços prestados pela Brasil Telecom pelos seus. Inicialmente, a operadora oferecerá a conexão e as ofertas apenas para os clientes de celulares pré-pagos. Já a partir do mês de junho, a Oi ampliará os serviços das regiões para os clientes que possuem o sistema pós-pago. Atualmente, a Brasil Telecom possui cerca de 27,8 milhões de clientes de telefonia fixa, seis milhões de telefonia móvel e dois milhões com acesso à internet banda larga.

Os atuais clientes da BrT poderão manter os mesmos planos que possuem ou, se preferirem, adquirir os novos pacotes da Oi. Também a partir de maio, todas as lojas da BrT ganharão a marca e o visual da Oi, que será estendida para todos os produtos e materiais de comunicação das unidades.

A previsão é de que todos os canais que ainda trazem a marca Brasil Telecom sejam substituídos pela Oi até o mês de setembro. A única exceção é o portal IG, para o qual não estão previstas mudanças na visualização e nem a inserção da marca Oi.

Com informações da FolhaOnline.

Osasco vôlei fecha por falta de patrocínio


Uma das mais tradicionais equipes de vôlei nacional deixará de existir. Na última segunda-feira, 20, o Finasa - instituição financeira pertencente ao Bradesco - anunciou a extinção do time adulto de vôlei feminino Finasa/Osasco (SP) depois de 20 anos de parceria. Até o ano de 2003, a equipe carregava o nome de BCN/Osasco.

A decisão aconteceu dois dias depois do Osasco ter perdido a final da Superliga nacional para o Rexona/Ades, do Rio de Janeiro. A súbita extinção do time foi recebida com surpresa até mesmo para as atletas da equipe - entre as quais estão quatro das jogadoras da seleção brasileira que trouxeram a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Pequim: Carol Albuquerque, Sassá, Thaísa e Paula Pequeno.

Considerada uma das maiores potências do vôlei nacional, o Finasa/Osasco conquistou importantes feitos ao longo de sua existência. O time disputou as oito últimas finais da Superliga nacional de vôlei, tendo conquistado por três vezes o campeonato. Na última temporada (2008 e 2009), a equipe de Osasco conquistou todos os torneios do qual participou - com exceção da Superliga 2009.

Em nota divulgada à imprensa na última terça-feira, 21, a diretoria do time declarou que o fim do patrocínio à equipe adulta foi motivado pela necessidade de concentrar os trabalhos e as verbas nas equipes de base e também nos programas de inclusão social para crianças e jovens da periferia de São Paulo. De acordo com o informado pelo próprio Osasco, o projeto de vôlei ainda conta com 53 núcleos de formação, dos quais participam cerca de 2400 crianças e jovens, entre 9 e 18 anos.

Brusque
Junto com o Osasco, uma outra equipe também poderá encerrar as suas atividades. O Brusque, time de vôlei feminino de Santa Catarina, que havia chegado à semifinal da Superliga, perdeu o patrocínio da Brasil Telecom nos mesmos dias do anúncio do fim do Osasco/Finasa. A equipe catarinense poderá continuar com as atividades esportivas caso consiga fechar um acordo com uma outra empresa patrocinadora.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Manchester é o clube com a marca mais valiosa


O Manchester United é o clube com a marca mais valiosa, segundo estudo da Brand Finance, empresa independente que avalia marcas. A pesquisa revelou que o clube inglês tem o nome avaliado em 372 milhões de euros, à frente dos espanhóis Real Madrid (339 milhões de euros) e Barcelona (300 milhões de euros). O alemão Bayern de Munique e o inglês Arsenal completam o top five do relatório com marcas avaliadas em 279 e 227 milhões de euros, respectivamente.

No resultado do estudo intitulado "Most Valuable European Football Brands 2008", foi constatado que a marca dos 20 clubes europeus listados totalizam 2,9 bilhões de euros. Cerca de 51% deste valor está concentrado nos cinco primeiros lugares do ranking. Atual campeão da Liga dos Campeões da Uefa, o Manchester United registrou um aumento de marca de 25% em relação à última temporada.

Confira os 20 clubes europeus com a marca mais valiosa (em euros):

1-) Manchester United (Inglaterra): 372 milhões
2-) Real Madrid (Espanha): 339 milhões
3-) Barcelona (Espanha): 300 milhões
4-) Bayern de Munique (Alemanha): 279 milhões
5-) Arsenal (Inglaterra): 227 milhões
6-) Chelsea (Inglaterra): 203 milhões
7-) Milan (Itália): 174 milhões
8-) Liverpool (Inglaterra): 153 milhões
9-) Inter de Milão (Itália): 113 milhões
10-) Juventus (Itália): 105 milhões
11-) Roma (Itália): 95 milhões
12-) Lyon (França): 90 milhões
13-) Schalke 04 (Alemanha): 88 milhões
14-) Hamburgo (Alemanha): 76 milhões
15-) Tottenham (Inglaterra): 74 milhões
16-) Olympique de Marseille (França): 70 milhões
17-) Newcastle (Inglaterra): 57 milhões
18-) Stuttgart (Alemanha): 56 milhões
19-) Manchester City (Inglaterra): 49 milhões
20-) Fenerbahçe (Turquia): 49 milhões

terça-feira, 21 de abril de 2009

Susan Boyle, novo sucesso na Internet!

Salve galera, quem não lembra do Paul Pott, que surpreendeu todo o mundo com uma apresentação de ópera formidável, relembre...



Agora temos um novo sucesso, que apareceu nesses programas Susan Boyle, deêm uma olhada nissoClique aqui para ver o vídeo porque não dá para incorporar!

Muito bacana!

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Itaú fecha Taií e prioriza Fininvest


É comum em processos de fusão e aquisição de bancos, o desaparecimento das marcas mais fracas. No caso da fusão de Itaú e Unibanco, a financeira Fininvest (Unibanco), marca com mais capilaridade e tradição no mercado de crédito, prevalece sobre a recém criada Taií (Itaú).

Seguindo previsões de consultores, o Itaú anuncia nesta semana que, por conta da reorganização do seu negócio de crédito ao consumo, descontinuará o atendimento em suas 135 lojas próprias Taií até o final de maio. Segundo o banco, o foco passa ser nas operações da Financeira Itaú CDB (FIC) e da Financeira Americanas Itaú (FAI).

A instituição financeira informa também que o Itaú está buscando realocação para a maioria dos funcionários ligados a estas unidades, em diferentes atividades no próprio conglomerado.

Vivo lança serviço de SMS gratuito para pré-pago


A Vivo lançou oficialmente um serviço que permite aos usuários de celulares pré-pagos enviarem mensagens SMS ainda que estejam sem créditos para ligações. Chamado de "Vivo Me Liga", não necessita de taxa de adesão ou cadastro obrigatório. Também não há cobrança, nem para quem envia a mensagem, nem para quem recebe. Operando há pouco mais de três meses, sem divulgação em mídia, o serviço já alcançou a marca de um milhão de acessos diários.

Para utilizar o "Vivo Me Liga", o cliente deve ligar para *9090, seguido pelo número de quem receberá o torpedo - se o telefone for de outro estado, é necessário incluir o DDD. O serviço envia, então, um texto padrão ("Preciso falar com você! Me liga"), com o número do celular do remetente.

Big Receita Brasil


Na noite dessa terça-feira, 7, quando o participante Max foi consagrado vencedor do Big Brother 9, chegou ao fim um dos maiores sucessos publicitários da história da TV brasileira. Apesar da audiência em rota decrescente - o programa teve média de 33 pontos no Ibope na semana de 16 a 22 de março ante 46 pontos entre 14 e 20 de março de 2005(dados do Ibope na Grande São Paulo; em 2005, um ponto de audiência correspondia a 52 mil domicílios, e em 2009, a 57 mil) - o reality show continua a ser uma das atrações mais reluzentes dos planos de mídia dos grandes anunciantes.

"Não se trata de contradição. O programa está entre as maiores audiências da televisão brasileira, além disso, desenvolvemos formatos de merchandising extremamente eficazes como estratégia de mídia", afirma Marcelo Duarte, diretor da Central Globo de Desenvolvimento Comercial. "O BBB é hoje o Super Bowl da TV do País", comenta Joel Amorim, diretor de marketing da Henkel, detentora da marca Superbonder.

Depois de ter feito história ao pendurar os participantes do programa de cabeça para baixo com a cola, no case assinado em parceria com a DM9DDB em 2006, o anunciante voltou ao BBB na última prova do líder desta edição. Nela, os quatro finalistas tinham de se deslocar em uma tirolesa a partir de uma torre fixada a 19 metros de altura. O detalhe é que eles estavam de cabeça para baixo, com os sapatos fixados com Superbonder em placas de acrílico. A equipe da Henkel teve uma semana para desenvolver a ação de merchandising ao lado da agência PeraltaStrawberryFrog e foi beneficiada por um fator que explicita a concorrência por um espaço na casa mais espiada do País: o programa teve de ser prorrogado para dar vazão às demandas comerciais.

Só com patrocínio, a Globo arrecadou R$ 55 milhões - Ambev, Johnson & Johnson, Niely, HSBC e Fiat desembolsaram R$ 11 milhões cada uma na aquisição das cotas máster. Além disso, a empresa firmou 18 contratos de merchandising. O preço de tabela de uma inserção dessas é de R$ 2,5 milhões. E há de se levar em conta ainda os breaks comerciais. "O BBB é um momento muito importante. A entrega da Globo é boa e a consumidora está ali presente", explica Rodolfo Medina, presidente da Artplan, que atende a Niely. A marca de cosméticos aparece no programa há quatro anos e, nesta edição, entre outras ações, promoveu uma festa para os participantes Priscila, Max, Ana e companhia.

No caso da Henkel, uma vez definida a participação no BBB, o desenvolvimento da prova foi trabalhado com o diretor artístico Boninho. Foi ele quem sugeriu a tirolesa, "uma idéia bem radical", como diz Amorim. Para o anunciante, era fundamental que o merchandising fosse ao vivo para evitar que a ação perdesse força e para dar ao telespectador a certeza de que aquilo estava acontecendo mesmo, sem truques de edição. A Henkel também inseriu um vídeo patrocinado no YouTube, nos dois dias que antecederam a prova, chamando para "uma grande surpresa no BBB".

João Ciaco, diretor de marketing de relacionamento e publicidade da Fiat - anunciante presente em todas as edições do BBB até agora - conta que além da cota a montadora teve ainda sete ações nesses mais de três meses do programa, incluindo uma que envolveu um jogo para o modelo Punto T-Jet. "O Big Brother não é pensado como uma ação isolada; é parte de uma estratégia maior", conta Ciaco, lembrando que nesta edição, pela primeira vez, a companhia fez uma ação voltada ao varejo. Em uma das provas, os participantes davam preços aos modelos de carros da Fiat - o que, no dia seguinte, serviu como mote da comunicação na rede de concessionárias, com efeito muito positivo no movimento das lojas, de acordo com o diretor.

Para todos
O Multishow também foi beneficiado no trimestre em que o programa ficou no ar. Mais de 7 milhões de telespectadores passaram pelo canal durante a exibição do flash ao vivo, entre 13 de janeiro e 22 de março. E é sabido que, quando a audiência do canal cresce, a receita publicitária de outros horários também é alavancada.

A Globo.com festeja o sucesso online da atração derivada da empresa-mãe. O site, que dava direito a voto para eliminação de candidatos, dedicou espaço cinco vezes maior que o da edição de 2008. E, em 12 semanas de programa - sem contar a última - registrou 311 milhões de visitas e 61 milhões de visitantes únicos, um resultado 25% e 10% superior, respectivamente, comparado com as 12 semanas da edição passada.

Pay-per-view
Para o setor de canais premium da Globosat, a fórmula dá mais certo a cada edição. Em 2008, foram comercializados 163 mil pacotes com direito a assistir ao programa 24 horas na TV. Neste ano, as vendas alcançaram 216 mil domicílios. Segundo Elton Simões, diretor de canais premium da programadora, alguns fatores contribuem para o resultado: "O produto está melhorando com o tempo; ele é empacotado com descontos cruzados (quem compra o futebol, por exemplo, paga mais barato) e já temos uma clientela definida, com o hábito de comprá-lo". O preço médio da assinatura do BBB é de R$ 110 - valor que pode ser parcelado em até seis vezes.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Flamengo perto do final da parceria com a Nike


Depois de encerrar o casamento de quase 25 anos com a Petrobras no início deste mês, o Flamengo está perto de colocar um ponto final em outro contrato de patrocínio, desta vez com a Nike. Nesta quarta-feira, 8, expirou o prazo dado pelo rubro-negro para que a empresa de material esportivo cobrisse a oferta feita pela Vulcabras, por meio da marca Olympikus, de um contrato de R$ 20,6 milhões por ano.

O rubro-negro chegou a anunciar a assinatura de um acordo com a Olympikus no ano passado e utilizou um uniforme com três interrogações no lugar do símbolo da Nike durante o Campeonato Brasileiro, mas voltou atrás depois que a empresa entrou na justiça. O clube agora espera apenas a formalização do fim do contrato, que expira em julho, para anunciar oficialmente o novo parceiro. O contrato com a Nike rendia R$ 7,5 milhões por ano, dos quais R$ 2,5 milhões eram em material.

A Nike informou por meio de sua assessoria de imprensa que o "caso está na Justiça e por estar na Comissão de Arbitragem ele é sigiloso. Em razão disso não emitirá nenhuma opinião a respeito". Vulcabras e Flamengo não retornaram às ligações do M&M Online.

Na época do anúncio do contrato com a Olympikus, no ano passado, os parceiros informaram que o contrato previa, além do fornecimento de material esportivo, a inauguração de 10 lojas do clube nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste (que renderia 10% de royalties sobre o faturamento aos cofres do time), além da construção de um museu (com investimento de até R$ 8 milhões) e uma loja na sede da Gávea.

Globo quer crescimento de 8% em 2009

A TV Globo apresentou nesta quarta-feira, 8, sua nova grade de programação, que estréia na segunda-feira, 13. Foi também anunciada a expectativa de crescimento da emissora para este ano: 8%. Octávio Florisbal, diretor geral da Rede Globo, declarou que, em relação à rede, espera repetir os resultados operacionais de 2008.

Durante a apresentação, Florisbal disse ainda que a Globo quer retomar neste ano a média de audiência registrada até 2007.

Outra novidade apontada foi a realização de testes de parcerias para transmissão da TV digital no transporte público.

TIM, novo posicionamento de mercado

A TIM deu início à segunda fase de campanhas publicitárias que marcam o novo posicionamento da empresa, sob o conceito "Mente sem Fronteiras". Com veiculação nacional e previsão de ir ao na quarta-feira 8 de abril, o filme "Represa" divulga o novo plano promocional da operadora para telefones pré-pagos. Batizado de Infinity, o plano permite ao usuário fazer ligações locais para qualquer número TIM pagando apenas o primeiro minuto da chamada.

"Começamos o novo posicionamento realçando a intenção da marca. Agora a comunicação começa a mostrar os produtos dentro dessa proposta. Já estamos dizendo o que a TIM vai fazer efetivamente pelo consumidor", diz Alexandre Gama, presidente e diretor geral de planejamento e criação da Neogama/ BBH.

Rodado em três locações de diferentes estados (Usina Hidrelétrica de Xingó, em Alagoas, Represa de Paulo Afonso, na Bahia, e Rio São Francisco, no Sergipe), o filme de estréia da campanha mostra as comportas de uma represa sendo abertas e um rio de letras e palavras desaguando com força. "É uma metáfora, para mostrar que a vontade do consumidor estava represada, e que agora ele pode falar o quanto quiser", explica Gama. "A linguagem utilizada é uma novidade. Não é porque estamos falando com o público de celulares pré-pago que vamos fazer Mobral. Queremos que a comunicação para eles seja totalmente aspiracional."

Além de comerciais para TV, a ação encampa ainda cinema, anúncios para jornal e revista, peças de mídia exterior, internet e mobiliário urbano. Iniciativas diferenciadas também fazem parte do planejamento. Os jornais Metro e Destak, por exemplo, serão distribuídos dentro de envelopes especiais da campanha - cujo slogan é "Plano Infinity. Você sem fronteiras de tempo para falar". O prazo previsto de veiculação é de três semanas a um mês.

Flamengo perde patrocínio da Petrobrás


Depois de quase 25 anos de parceria, o Flamengo anunciou nesta quinta-feira, 2, o fim do contrato de patrocínio com a Petrobras. O comunicado oficial foi feito por Delair Dumbrosck, presidente em exercício do rubro-negro. O motivo é a dificuldade do clube em conseguir as Certidões Negativas de Débito com o Governo Federal. Sem elas, a estatal não pode liberar as verbas.

O contrato anual, que incluía todos os esportes do Flamengo, era de R$ 14,2 milhões. Com o rompimento, as modalidades olímpicas do clube - como o time de basquete, que se sagrou campeão sulamericano mês passado com três meses de salários atrasados - poderão buscar patrocínios próprios. O uniforme do time já estará sem patrocínio no próximo jogo, domingo, contra o Fluminense, que vale vaga para as semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Em grave crise financeira e com dívidas que superam a casa dos R$ 200 milhões, o clube parte agora em busca de parceiros da iniciativa privada. "Não poderíamos seguir com os problemas com a Petrobras. Por quase 25 anos, ela nos ajudou, participou das nossas glórias, mas precisamos dar seqüência e decidimos sair dessa linha de patrocínio. Estamos em negociações avançadas com uma empresa, mas, infelizmente, não vai dar para apresentar o novo patrocinador no clássico de domingo", disse o presidente durante coletiva de imprensa realizada no Rio de Janeiro.

Nike X Olympikus
Outra trama da novela de patrocinadores do Flamengo diz respeito à fornecedora de material esportivo. A relação entre o clube e a Nike começou a azedar no ano passado quando a empresa norte-americana desenvolveu uma camisa comemorativa pela conquista do título carioca antes da final ser realizada. Meses depois o clube anunciou o rompimento do contrato alegando que a própria Nike rescindiu o acordo quando "não entregou o material para o time jogar, quando não disponibilizou produtos nas lojas e quando desenvolveu e colocou à venda uniformes sem a aprovação do clube".

O clube chegou a anunciar a assinatura de um acordo com a Olympikus (marca da Vulcabras) e utilizou um uniforme com três interrogações no lugar do símbolo da Nike durante o Campeonato Brasileiro de 2008, mas voltou atrás depois que a empresa entrou na justiça. Já neste ano o Flamengo fez uma licitação para a escolha de uma nova fornecedora. A Olympikus foi a única a fazer proposta e deve ser oficializada em breve. O contrato com a Nike, que rendia R$ 7,5 milhões (dos quais R$ 2,5 milhões eram em material) por ano, se encerra em julho.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Como fazer seu vídeo se transformar em um viral


O consumo de vídeos na internet é um esporte de contato - a visualização inicial é somente um portal para que se possa comentar, dar notas, enviar para amigos e até remixar o conteúdo original. E o que as marcas devem fazer diante deste novo comportamento do consumidor, fazendo seus vídeos se tornarem virais e ter em mãos milhões de impressões sobre si sem custos?

Nossa experiência mostra que há um mundo de diferenças entre construir uma campanha de vídeo que quer ser viral e dar origem a uma que atinja o consumidor desejado e amplie essa gama. O buraco entre vídeos de sucesso e os que não o atingem é de 20 vezes em termos de alcance da campanha.

Ações como T-Mobile: Dance ou Guitar Hero: Bike Hero foram aceitas pela audiência online, que se encarregou de espalhar, em um círculo virtuoso onde os números só crescem: ambas tiveram em média mais de 150 inserções e 7 milhões de visualizações após dois meses de seu lançamento. Por outro lado, campnhas como Nike: Kobe Bryant Ankle Insurance ou Virgin Atlantic: 25 Years, Still Red Hot tiveram menos de meio milhão de visualizações. Isso porque o número mágico para indicar que uma campanha deu certo é um milhão.

As bem sucedidas costumam quebrar essa barreira já nas primeiras semanas. Descobriu-se que 35% do total de acessos a um viral ocorrem na primeira semana, na fase inicial de crescimento, que acaba definindo a trajetória como um todo.

As campanhas têm depois disso uma fase de duas semanas de transição, quando a audiência cresce 20% semanalmente. Campanhas bem-sucedidas e as que não deram certo costumam ter uma taxa parecida neste período, daí, a importância da semana inicial.

Finalmente, após o crescimento e transição, as campanhas virais tendem a ficar em uma fase constante, crescendo 10% ou menos por semana.

Para cada case de sucesso, como Evolução da Beleza, de Dove, ou até a antiga Wassup, de Budweiser, há dezenas de outros que tiveram seus objetivos grandiosos derrubados pela realidade. Mas entender os dados por trás de cada campanha dessa nos deixa próximos de entender, e talvez influenciar, o comportamento neste espaço.

Dicas para tornar o vídeo um sucesso:

Plante inteligentemente: nem todos os sites de vídeos atingem aos mesmos públicos. Se seu alvo são rapazes jovens, talvez a opção seja o Break.com.

Pense em profundidade, não largura: Campanhas de sucesso não distribuem vídeos em 50 redes de uma só vez. Ao invés disso, selecione 3 a 5, compre mídia para suporte, alcance a imprensa especializada e os usuários, e tente chega à lista de "Mais assistidos" na maior parte deles.

Não conte para todos: Veja as campanhas I´am a PC, com Jerry Seinfeld e Bill Gates, e Gorilla, da Cadbury. Elas deixaram as pessoas se perguntando "Isso é real?", "Eles realmente fizeram isso?", ajudando a propagar o conteúdo.

Da AdAge, por Matt Cutler, diretor de marketing da Visible Measures.

Fonte: Meio e Mensagem

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Equipe Honda acerta patrocínio com a Playboy

A temperatura da equipe LCR Honda vai estar sempre alta na temporada 2009 da MotoGP. O time comandado por Luccio Cecchinello, que tem como piloto o francês Randy de Puniet, anunciou seu novo patrocinador para o campeonato: a edição italiana da revista Playboy, marca que pertence ao milionário americano Hugh Heffner.

Na semana passada, a equipe realizou uma sessão fotográfica para apresentar o novo patrocínio, mas parece que o tradicional "coelhinho", marca da revista, não estará estampado na moto de De Puniet na etapa do Qatar. O objetivo é evitar conflito com a tradição islâmica do país.

A Honda #14 da LCR será, sem dúvida, uma das motos que irá atrair mais flashes nos Grandes Prêmios da temporada 2009, principalmente quando estiver alinhada no grid, com uma "grid-girl" ao lado do piloto. Você tem dúvida?

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Mensagem SMS a cobrar pela Claro


A Claro passará a oferecer para toda a sua base de clientes o serviço de envio de torpedos a cobrar. O objetivo da operadora é contemplar, sobretudo, os usuários de serviços pré-pagos que, muitas vezes, não possuem crédito suficiente para efetuar ligações. Atualmente, a telefonia pré-paga forma a maior base dos aparelhos de celular em operação no Brasil, de acordo com pesquisa divulgada na semana passada, pela Anatel - leia mais sobre isso aqui.

As mensagens terão um custo fixo promocional de R$ 0,30, que serão cobrados do portador do telefone que receber o SMS. O serviço foi formulado em parceria com a empresa Takenet, que visa disseminar o hábito de envio de mensagens de texto, que ainda é pouco difundido entre os usuários brasileiros.

Ao receber o torpedo a cobrar, o usuário terá a opção de aceitar ou de recusar a mensagem, tal como acontece com as chamadas telefônicas à cobrar. A principio, esse tipo de SMS poderá ser enviado apenas entre celulares Claro. O serviço estará disponível para os clientes Claro Conta, Claro Supercontrole e Claro Cartão (com ou sem saldo).

sexta-feira, 27 de março de 2009

Ypióca agora em Lata


A cachaça Ypióca lança embalagens em lata de 350ml, em dois modelos: versão Ouro e Prata. A Rexam, fabricante das embalagens disponibilizará cerca de 800 mil latas no mercado em sua produção inicial. Um dos objetivos da marca de cachaça é evitar a falsificação do produto. Com este lançamento, a Ypióca confirma o crescimento duas vezes maior da Rexam em produção de latas de cachaça do que de outras bebidas.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Nano - Carro mais barato do mundo


A partir do mês de julho o Nano - automóvel fabricado pela montadora indiana Tata Motors, que já foi apresentado ao mundo no início de 2008 como o carro mais barato do planeta - finalmente chegará ao mercado. A companhia anunciou que já está programada uma remessa de 100 mil unidades, que serão, inicialmente, vendidas sob encomenda e estarão disponíveis somente na Índia.

O valor inicial de venda estipulado pela companhia é de 100 mil rupias (que representam cerca de US$ 2 mil ou R$ 4,5 mil). Os interessados em adquirir o veículo deverão enviar o pedido à montadora entre os dias 9 e 25 de abril. Se a demanda ultrapassar o número de 100 mil interessados, os compradores serão escolhidos por sorteio.

De dimensões bem reduzidas (1,6 metro de altura e 3,1 metros de comprimento), o Nano foi projetado para se adequar ao complicado e caótico trânsito indiano. Logo que foi apresentado ao mercado, porém, o modelo despertou interesse mundial e há a idéia de exportá-lo para outros mercados.

Uma variante européia do modelo da Tata Motors deve ser lançada em 2011 e a companhia também avalia o investimento no mercado norte-americano, já que um carro mais barato seria uma boa opção em um período de crise e retração de consumo. Ainda não há ainda nenhuma previsão de que o Nano chegue ao mercado brasileiro. Caso isso aconteça, porém, com os impostos e custos de frete e importação, o modelo não seria vendido por menos de R$ 14 mil.

quarta-feira, 25 de março de 2009

O Dia investe US$ 4 mi e vira tablóide


Depois de mais de 58 anos no formato standard (desde a fundação, em 1951), o jornal O Dia dá início nesta semana a uma nova estratégia, para se reposicionar. Desde o último domingo, 15, passou a circular em formato tablóide (35cm x 24,5cm), com a logomarca retomando o amarelo e a volta do tradicional mote "Melhor todo dia", usado em seus bons tempos.

"Sem o amarelo, o jornal tinha perdido um pouco de sua essência", diz Gigi Carvalho, presidente do Grupo O Dia. Segundo ela, a reformulação do jornal e a campanha para divulgar as novidades, assinada pela agência NC (nova assinatura da Net Comm), representam um investimento de US$ 4 milhões. O projeto gráfico é assinado por André Hippert.

Gigi nega que a mudança tenha sido pautada por aspectos econômicos, e sim pela conjuntura que o meio jornal vem atravessando, com maior demanda por interatividade e praticidade no manuseio. "Queria ter feito essa mudança há três anos", revela, lamentando não tê-la implementado logo na esteira do sucesso instantâneo do popular Meia Hora. O preço de capa do jornal continuará sendo R$ 1,20 durante a semana e R$ 2,40 aos domingos.

Há três anos, o jornal O Dia fez uma ousada aposta em tentar se posicionar como concorrente direto de O Globo. A estratégia era se colocar num patamar de superioridade em relação ao Extra, lançado em 1998 justamente para isolar O Globo na posição de jornal premium no Rio. Para concorrer com o Extra, o Grupo O Dia apostou no Meia Hora, que rapidamente se estabeleceu no patamar dos 200 mil exemplares, obrigando a Infoglobo a lançar o Expresso quase na seqüência.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Record perde Champions League


A Record sofre um forte revés nesta semana. A rede perdeu a renovação do direito de transmissão da Copa dos Campeões da Europa, maior torneio de futebol entre clubes da Europa. Nos próximos três anos, eles ficarão com a Rede Globo, com os jogos das quartas-feiras, TV Esporte Interativo, jogos das terças e ESPN, que mantém exclusividade em TV paga.

terça-feira, 17 de março de 2009

Billabon + Schin com Eco Camisetas


A partir da necessidade do Grupo Schincariol de dar um fim sustentável às suas embalagens PET, a Lew'Lara\TBWA desenvolveu uma parceria com a grife de roupas Billabong para o lançamento da linha de camisetas Eco Recycled - feita em tecido de fibra de poliéster confeccionado a partir da transformação das embalagens PET por meio do processo de polimerização.

Serão cinco modelos de estampa assinadas pelo artista plástico Alexandre Sesper. O lançamento oficial acontecerá na terça-feira, 17, na loja da Billabong da Rua Oscar Freire, na capital paulista. "Mais para frente vamos estimular a troca de garrafas PET pelas camisetas e a idéia é ampliar a coleção", diz Marcio Oliveira, vice-presidente de operações da Lew'Lara\TBWA. A Schincariol irá coletar o material e entregar para a Billabong para a transformação.

LG vende mais para São Paulinos


Além de expor sua marca ao mundo com o patrocínio ao uniforme do São Paulo desde 2001, a LG Eletronics colhe frutos da parceria na venda de seus aparelhos eletrônicos. De acordo com pesquisa realizada pela TNS Sport Brasil, a empresa sul-coreana comercializa quase 40% de celulares a mais aos torcedores são-paulinos se comparado com os de outras equipes brasileiras.

O estudo aponta que 19,3% dos tricolores paulistas dizem ter comprado aparelho da LG contra 13,9% do universo de fãs de outros clubes do País. "A LG conseguiu entrar no coração dos são-paulinos e transformar essa associação em vendas. Temos aqui uma demonstração efetiva e não apenas empírica do resultado de um investimento em marketing esportivo", destaca o sócio-diretor da TNS Sport Brasil, César Gualdani.

Na pesquisa realizada ao longo do ano passado, a pergunta "Qual a marca do seu telefone celular?" foi dirigida a 20.044 torcedores brasileiros. A última renovação de patrocínio entre o São Paulo e a LG foi assinada para o decorrer de 2009 por R$ 16 milhões.

Gates volta a ser o homem mais rico do mundo


Os magnatas americanos voltaram a liderar a tradicional lista dos homens mais ricos do mundo da revista Forbes, com o fundador da Microsoft, Bill Gates, retornando ao primeiro lugar, mostra de que a crise econômica também mexeu com o bolso dos multibilionários.

Gates, que, no ano passado, ocupava o terceiro lugar neste seleto clube de multimilionários, viu sua riqueza líquida diminuir em US$ 18 bilhões entre 2007 e 2008, para US$ 40 bilhões, devido, em grande parte, à depreciação de 45% das ações da Microsoft.

No entanto, a redução da fortuna deste empresário certamente é mínima em comparação com muitos companheiros da lista, que perderam muitos bilhões de dólares, ou é motivo de inveja para outros que, desta vez, não conseguiram ultrapassar a barreira de US$ 1 bilhão definida pela publicação.

O investidor americano Warren Buffet, com uma riqueza de US$ 37 bilhões, perdeu a liderança exercida em 2008, quando desbancou Gates da primeira colocação, após 13 anos de "reinado" do fundador da Microsoft, e ocupa agora a segunda posição, após perder US$ 25 bilhões.

O empresário mexicano Carlos Slim e família, com uma riqueza líquida de US$ 35 bilhões e no terceiro lugar da relação, completa o trio dos mais ricos do planeta, uma honra que já tinha conseguido em 2008, mas, na ocasião, ocupou a segunda posição, com US$ 25 bilhões a mais que neste ano.

quinta-feira, 12 de março de 2009

19 homens mais ricos do mundo em 2009

Veja os 19 homens mais ricos do mundo em 2009:
1º - Bill Gates, US$ 40 bilhões. Microsoft, Estados Unidos.
2º - Warren Buffett, US$ 37 bilhões. Berkshire Hathaway, Estados Unidos.
3º - Carlos Slim, US$ 35 bilhões. America Móvil, México.
4º - Lawrence Ellison, US$ 22,5 bilhões. Oracle, Estados Unidos.
5º - Ingvar Kamprad e família, US$ 22 bilhões. Ikea, Suécia.
6º - Karl Albrecht, US$ 21,5 bilhões. Aldi, Alemanha.
7º - Mukesh Ambani, US$ 19,5 bilhões. Indústria petroquímica, Índia.
8º - Lakshmi Mittal, US$ 19,3 bilhões. Indústria do aço, Índia.
9º - Theo Albrecht, US$ 18,8 bilhões. Aldi, Trader Joe's, Alemanha.
10º - Amancio Ortega, US$ 18,3 bilhões. Zara, Espanha.
11º - Jim Walton, US$ 17,8 bilhões. Wal-Mart, Estados Unidos.
12º - Alice Walton, US$ 17,6 bilhões. Wal-Mart, Estados Unidos.
12º - Christy Walton e família, US$ 17,6 bilhões. Wal-Mart, Estados Unidos.
12º - S. Robson Walton, US$ 17,6 bilhões. Wal-Mart, Estados Unidos.
15º - Bernard Arnault, US$ 16,5 bilhões. LVMH, França.
16º - Li Ka-shing, 16,2 bilhões. Várias empresas, Hong Kong.
17º - Michael Bloomberg, US$ 16 bilhões. Bloomberg, Estados Unidos.
18º - Stefan Persson, US$ 14,5 bilhões. Hennes and Mauritz, Suécia.
19º - Charles Koch, US$ 14 bilhões. Energia e indústrias, Estados Unidos.
19º - David Koch, US$ 14 bilhões. Energia e indústrias, Estados Unidos.

Lingerie em Igrejas

Vem aí briga com a Igreja Católica. A Duloren prepara para o mês de abril uma campanha mais do que ousada. Colocará imagens de modelos de lingerie sobrepostas a fotos de interiores de igrejas góticas - veja uma das peças abaixo.

A campanha, que leva criação e fotografia de Ricardo Cunha, estará em mídia impressa - jornais e revistas - e em metade dos 22 mil pontos-de-venda da marca distribuídos por todo o Brasil. É esperar pra ver no que vai dar.


quarta-feira, 11 de março de 2009

Skol só quer divertir


Apostando no que há de mais irreverente no humor brasileiro, a Skol resolveu turbinar a sua campanha "Redondo é rir da vida". A ação envolve um concurso aberto, site na internet e filmes comerciais com veiculação exclusiva nos canais Sony.

As duas primeiras peças foram estreladas individualmente por Rafinha Bastos e Danilo Gentili, apresentador e repórter do CQC (programa televisivo da Band), que aparecerão juntos em uma das continuações da série. "Queremos abrir um pouco o conceito da campanha e tanto os humoristas quanto o formato da stand-up comedy têm tudo a ver com a idéia a ser transmitida", afirma Marcello Penna, diretor de atendimento da F/Nazca, agência que detém a conta da Skol.

Paralelamente, o terceiro filme de "Redondo é rir da vida" foi ao ar em 27 de fevereiro. Criado por Fábio Fernandes, "Futebol" retrata as loucuras que o torcedor fanático é capaz de fazer para acompanhar e defender seu time de coração.

Penna ressalta o papel fundamental do site, tanto na divulgação da campanha quanto do concurso. Ele lembra que o boom da stand-up comedy no Brasil começou na internet. "É o público com quem queremos conversar", diz. Nos filmes já divulgados, com dois minutos de duração, Bastos e Gentili usam temas recorrentes da campanha principal, como paquera e carnaval, para fazer graça e convidar os espectadores a mandar vídeos contando situações irônicas das quais foram protagonistas. Os dez melhores terão a chance de estrelar um comercial da cerveja. A idéia é dar oportunidade a novos humoristas e também a quem nunca fez humor mas entendeu o espírito da campanha lançada em dezembro de 2008.

A Skol tem feito blitze esporádicas em estádios e casas noturnas para colher depoimentos que se encaixem na proposta. Inicialmente, serão nove filmes veiculados até maio. "Mas existe a possibilidade de prolongamento. É uma proposta nova, de investir em conteúdo, e os resultados já estão sendo analisados", explica o diretor da F/Nazca.

Além das sacadas dos intrépidos protagonistas, chama a atenção nos filmes em exibição na TV por assinatura o fato de o nome Skol não ser citado nem aparecer na tela. "A presença da marca é bem óbvia, todos os códigos estão ali: o logo com a flechinha do redondo, as cores. Skol tem uma conexão maior com valores do que com algo imposto", defende Penna.

Fonte: Meio e Mensagem

Coca Cola dá refrigerante grátis para combater a Pepsi

A Coca-Cola lançou mão de um novo artifício para enfrentar um competidor. Cada pessoas que comprar uma Mountain Dew, refrigerante cítrico da Pepsico, receberá um cupom para trocar gratuitamente por uma Vault, produto da Coca que atua no mesmo segmento. A idéia é "converter" esses consumidores e a ação tem o nome de "Vault Taste Challenge".

Segundo a publicação Beverage Digest, a Mountain Dew tem atualmente mais de 80% do mercado cítrico, contra 4% do Vault.

A estratégia de oferecer produtos gratuitamente foi adotada recentemente por gente como Starbucks, Dunkin'Donuts e Taco Bell. Além de atrair público, as marcas ganharam espaço na mídia, consagrando essa como uma grande estratégia de relações públicas.

Um dos melhores exemplos foi o refrigerante Dr. Pepper, que prometeu dar uma lata do produto para cada norte-americano no dia em que a banda Guns N´Roses finalmente lançasse o álbum Chinese Democracy, após 17 anos de espera. O anunciante aproveitou e cumpriu a promessa, atraindo milhões de pessoas, que deveriam assinar um cadastro no portal da empresa. Um porém é que o site da empresa teve problemas e a banda não gostou nada disso.

Com informações do AdAge.

Redes sociais mais populares que e-mail

A atividade mais popular na internet é o acesso a redes sociais, à frente de e-mails, de acordo com estudo lançado pela Nielsen. No total, 67% dos internautas exercem essa atividade, contra 65% que utilizam e-mails, sem contar o fato de que o crescimento do alcance das redes e blogs é duas vezes maior do que de outras ferramentas mais tradicionais, como portais, e-mails e buscas.

Enquanto as redes sociais crescem, os portais estão em declínio, diz o estudo, com participação caindo dos 24% de 2006 para 16% em 2008. 

Esses sites de relacionamento já representam 10% do tempo gasto pelas pessoas na internet. O Brasil se destaca neste quesito, com dedicação de 23% do tempo para as redes. Sem contar que o nosso País é o primeiro do ranking de alcance das redes, com 80% das pessoas que tem acesso à internet. Os Estados Unidos por exemplo tem índice de 67% e a Alemanha está bem abaixo, com 51%.

Outro fenômeno apontado é que as redes sociais estão quebrando a barreira dos jovens. A Nielsen descobriu que o maior crescimento da maior rede do mundo, o Facebook, veio da faixa de 35 a 49 anos. Além disso, houve acréscimo de duas vezes mais pessoas da faixa de 50 a 64 anos do que dos menores de 18.

A Nielsen aponta ainda que as três maiores redes sociais do Brasil são Orkut, Sonico e MySpace. O Facebook atinge somente 2% da população online do Brasil.
Em nível global, o Facebook tem 108 milhões de usuários (ou 30% da população internauta do mundo, segundo a Nielsen), contra 81 milhões do MySpace e 19,7 milhões do Classmates IOnline. Com a força dos usuários brasileiros, o Orkut é o quarto maior do mundo, com 17,5 milhões e o Linkedln têm 15%.

Tim Lança "Mente sem Fronteiras"

A Tim apresentou nesta segunda-feira, 9, em coletiva de imprensa, sua nova campanha institucional, que vai ao ar nessa próxima terça-feira, dia 10. As mudanças começam pelo slogan: o já tradicional "Viver sem fronteiras" dá lugar ao novo "Você, sem fronteiras". A ação, intitulada "Mente sem fronteiras", é o primeiro passo do reposicionamento da marca, que busca recuperar o terreno perdido para as concorrentes nos últimos dois anos.

"Em 2007 e 2008, nossos investimentos em comunicação ficaram abaixo do proporcional a nossa participação no mercado. A prioridade agora é dobrar o market share no segmento alto do mercado, que foi o segmento nativo da TIM", afirmou Luca Luciani, presidente da TIM Brasil. Segundo Luciani, o atual panorama negativo da economia mundial não afetará os planos da empresa no país: estão previstos investimentos de R$ 2,3 bilhões em 2009. Sessenta por cento do montante será destinado a melhorias e aperfeiçoamento da rede.

Para alcançar seus objetivos, além da mudança conceitual na comunicação, a TIM trabalha com uma revisão completa do portfólio de serviços e promete, daqui até o final do ano, uma novidade por mês entre suas ofertas - a começar pela internet móvel pré-paga. "Há uma desaceleração do crescimento de receitas com vendas de linhas. Estamos passando de um mercado em crescimento para um mercado maduro. As alavancagens de competição, como cobertura e preço, não funcionam mais", justifica o diretor de marketing, Rogério Takayanagi.

A estréia do primeiro filme de "Mente sem fronteiras" acontece nesta terça-feira, dia 10, no intervalo do Jornal Nacional, da Rede Globo. A campanha, criada pela Neogama/BBH, também engloba anúncios em TV fechada, anúncios em revistas semanais, jornais, mídia exterior, cinema e mídias online.

terça-feira, 10 de março de 2009

Jornal: o meio que mais sofre com a crise

O jornal é o meio que mais sofre com os reflexos da crise econômica internacional no mercado brasileiro. Além da queda de faturamento publicitário, que em dezembro foi de 13% na comparação com o mesmo mês de 2007 segundo o Projeto Inter-Meios, a circulação de muitos títulos também tem caído.

A comparação entre os números de janeiro de 2008 e de 2009 revela queda média de 2,2%, segundo os relatórios do Instituto Verificador de Circulação (IVC), levando-se em consideração os 86 títulos que aparecem em ambos.

Entretanto, para alguns deles as perdas foram bem maiores, como Extra (-19,2%), O Estado de S. Paulo (-15,4%), Aqui MG (10,7%), O Dia (-9,8%), Jornal da Tarde (-9,7%), Tribuna do Paraná (-9,1%) e O Globo (-9%). Por outro lado, apesar da crise, conseguiram crescer consideravelmente os jornais Agora São Paulo (10,2%), Expresso da Informação (28,7%) e Daqui (50,9%).

quinta-feira, 5 de março de 2009

Som Livre comemora 40 anos com nova logomarca


A Som Livre está preparando uma série de ações para comemorar seus 40 anos. A primeira delas é uma nova logomarca que perde o círculo que envolvia o famoso S ficando agora vazada, sem o antigo azul que preenchia a letra. A arte é do departamento de criação da própria gravadora e começa a ser utilizada a partir deste mês.

Nas lojas, vários produtos comemorativos também vão aludir ao aniversário. A primeira edição especial é a trilha sonora Caminho das Índias Indiano. Na sequência, a gravadora sai com o álbum duplo Djavan por eles & por elas com artistas cantando Djavan, artista lançado pela casa. O álbum chega as lojas com capa de luxo.

A Som Livre prepara ainda edição especial com artistas cantando Chico Buarque. Para o próximo mês, será a vez do CD da estreante Maria Gadu, confirmando a tradição da gravadora em apostar em novos talentos.

Apple é eleita a empresa mais admirada do mundo


Pelo segundo ano consecutivo, a Apple foi eleita a empresa mais admirada do mundo na eleição realizada pela revista norte-americana Fortune, que elenca as organizações que obtiveram maior evolução em seus negócios e nas vendas no período.

A companhia de Steve Jobs repetiu a posição alcançada no ranking de 2008 e liderou a lista por conquistar uma maior pontuação nos aspectos de inovação, gestão de pessoal e qualidade, além de uma boa avaliação em termos de produtos e serviços. Além do primeiro lugar na lista das "Empresas Mais Admiradas", a Apple também ficou na segunda posição na avaliação das organizações com "maior sensatez financeira".

Na classificação segmentada, porém, a Apple perde a liderança. Considerando apenas as empresas de Informática, a fabricante do iPod e do iPhone ficou em segundo lugar, atrás da Xerox.

Entre as 50 empresas que fazem parte do ranking da publicação, apenas nove não são norte-americanas: Toyota Motors (2º), BMW (28º), Singapore Airlines (33º), Nestlé (38º), Sony (39º), Nokia (42º), Toyota Industries (46º), Accenture (49º) e Samsung (50º).

Confira as vinte primeiras empresas do ranking das corporações mais admiradas, de acordo com a Fortune.

1º) Apple (EUA)
2º) Berkshire Hathaway (EUA)
3º) Toyota Motor (Japão)
4º) Google (EUA)
5º) Johnson & Johnson (EUA)
6º) Procter & Gamble (EUA)
7º) FedEx (EUA)
8º) Southwest Airlines (EUA)
9º) General Electric (EUA)
10º) Microsoft (EUA)
11º) Wal-Mart Stores (EUA)
12º) Coca-Cola (EUA)
13º) Walt Disney (EUA)
14º) Wells Fargo (EUA)
15º) Goldman Sachs Group (EUA)
16º) McDonald's (EUA)
17º) IBM (EUA)
18º) 3M (EUA)
19º) Target (EUA)
20º) JPMorgan Chase (EUA)

Cianorte tem o Bolsa Família suspenso


O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) suspendeu ontem o repasse de recursos provenientes do programa Bolsa Família para 344 municípios brasileiros.

O motivo foi a falta do registro mínimo de 20% de informações a respeito do monitoramento de saúde dos participantes do programa, no segundo semestre do ano passado. No Paraná, dez municípios tiveram o benefício suspenso.

A decisão, contudo, não afetará o montante destinado às famílias. As prefeituras só voltarão a receber os recursos no segundo semestre deste ano, caso cumpram o percentual exigido durante o primeiro semestre de 2009.As cidades paranaenses vetadas pelo MDS são Cantagalo, Saudade do Iguaçu, Tunas do Paraná, Boa Vista da Aparecida, São Miguel do Iguaçu, Sarandi, Pontal do Paraná, Cianorte, Imbaú e Chopinzinho.

Com relação a Tunas do Paraná, na Região Metropolitana de Curitiba, o responsável pelo setor de Ação Social da prefeitura, Edson Luís Krasota, disse que não é possível afirmar com precisão se os problemas no cadastro do Bolsa Família existem, uma vez que a administração da prefeitura é recente e ainda não deu tempo de verificar. Mas ele admite essa possibilidade.

“Assumimos agora e percebemos que podem existir falhas na atualização dos cadastros, pois havia muita falta de informação no setor de Ação Social.” Em Tunas, cerca de 280 famílias recebem o benefício.

Em Boa Vista da Aparecida, no entanto, a secretária de Ação Social do município, Roseli Henrichs, disse que não há problemas com o cadastro do Bolsa Família. “Atualizamos os dados esta semana e está tudo certo.

Ainda ontem entrei em contato com o Ministério (do Desenvolvimento Social) e eles até já mandaram a nova senha para acessarmos o sistema”, informou. Em Boa Vista da Aparecida, cerca de 800 famílias recebem o Bolsa Família. A reportagem de O Estado tentou contato com as demais prefeituras, mas não encontrou os responsáveis para falar sobre o assunto.

Fonte: O Estado do Paraná

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Interatividade no Cinema

Cada vez mais procuramos entrar em contato com nossos consumidores, e cada vez mais este se torna mais resistente a anúncios e propagandas. A inovação e a criatividade abrem novas formas de se comunicar.

Seguem dois exemplos de interatividade no cinema.

No primeiro caso, para o Nokia N81, durante os comerciais normais antes do filme começar um homem com um alto falante surge dizendo uma mensagem...



...que ninguém precisa ir ao cinema, e sim ele que tem de ir até vocês, e aparece explicando as vantagens do aparelho.

Já no segundo é para divulgar um remédio contra ronco.



Os aplausos mostram a satisfação do público.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

A Crise segundo Einstein

"Não pretendemos que as coisas mudem se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor bênção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura.
É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias.
Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar "superado".

Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções. A verdadeira crise é a crise da
incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la. "

Albert Einstein

Os Invencíveis da Nike

A nova campanha publicitária da Nike transforma oito atletas da marca em super-heróis. Na animação intitulada "Os Invencíveis", o tenista Rafael Nadal, o jogador de basquete Pau Gasol (do Los Angeles Lakers), a triatleta Vanessa Fernandes e os jogadores de futebol Carlos Puyol (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid), Bruno Alves (Porto), Sergio Agüero (Atlético de Madrid) e Juan Manuel Mata (Valencia) apresentam seus super-poderes.

No filme voltado ao público espanhol e português, os atletas testam suas forças em edifícios, campos de futebol, quadras de tênis e outros cenários. A frase "Neste inverno, prepare-se para Os Invencíveis" estampa a peça da Nike.

Confira o filme abaixo:

domingo, 15 de fevereiro de 2009

I-phone por US$ 99


O iPhone, smartphone da Apple que revolucionou o mundo dos celulares, pode entrar de vez na fatia mais popular do mercado com o lançamento de um aparelho de US$ 99 entre junho e julho deste ano. A empresa estaria trabalhando também numa versão aprimorada do iPhone 3G, segundo relatório do analista Mike Abramsky, da RBC Capital Markets, citado em reportagem da CNet News.

"Um iPhone com preço mais baixo poderia aumentar as vendas do aparelho entre 25% e 69% e incrementar sua fatia no mercado de smartphones de estimados 12% para 14% ou 19%", afirma o relatório.

O risco que a Apple corre ao dar esse passo, segundo Abramsky, é canibalizar seus próprios negócios. Ele calcula que a empresa precisaria vender três iPhones de US$ 99 para substituir o lucro bruto de um iPhone 3G. E possivelmente precisaria diminuir o preços dos iPods, uma vez que o iPhone também tem capacidade de tocar músicas.

Uma forma de compensar esses problemas seria oferecer o celular em mais operadoras. No Brasil as quatro grandes tem o aparelho, mas essa não é a regra na maioria dos países do mundo. Nos EUA, por exemplo, o iPhone é exclusivo da AT&T.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009